ESG e inovação: ideias que se complementam

BlogPosts
Nenhum comentário

A sigla ESG significa environmental, social and governance (ambiental, social e governança, em português). Em um primeiro momento, a ideia de inovação parece estar fora desse escopo, mas essa impressão é apenas superficial. Ao adotar práticas ESG na sua operação, as empresas são obrigadas a rever seus processos e acabam inovando mais. O resultado é que as empresas que mais inovam estão também na dianteira na responsabilidade ambiental, social e de governança.

Nos últimos anos, as empresas notaram que sem mudanças reais pautadas nos valores ESG, acabariam ficando para trás. Uma das características mais marcantes do consumidor, hoje, é a exigência de ações verdadeiras das empresas por um mundo mais justo. 

Uma pesquisa realizada pela Union + Webster aponta que 87% da população brasileira prefere comprar produtos e serviços de empresas sustentáveis. 70% dos entrevistados também afirmaram que não se importam em pagar um pouco mais por isso.

Esse cenário exige ação. As empresas estão sendo obrigadas a mudar suas práticas a fim de criar soluções internas e externas em prol do meio ambiente e da sociedade. O caminho para que isso aconteça é a pesquisa e a tecnologia. Em outras palavras, inovação.

Modelo de negócio ESG

É preciso, no entanto, fazer com que os valores ESG façam parte da estratégia da empresa, e não seja somente uma ação de marketing. No momento de avaliação da empresa pelo mercado e pelos consumidores, essas práticas serão consideradas como um ativo da instituição, melhorando efetivamente a avaliação da companhia. Por isso, não basta adotar o discurso ESG: é preciso demonstrar a sua prática.

Isso significa fazer uma avaliação detalhada de suas operações e realizar as adequações necessárias. Em termos ambientais, é possível buscar formas alternativas de energia para parques industriais, programas de economia e reuso de água, cuidado com os resíduos gerados e controle na emissão de poluentes, entre outros.

É na área de meio ambiente que a relação entre ESG e inovação fica mais evidente. A necessidade de mitigar efeitos negativos da operação das empresas no meio ambiente é urgente;  novas tecnologias aparecem, então, em uma posição de destaque.

Quando o assunto é a parte social, algumas ações possíveis são compreender e mitigar o impacto local da empresa, contratação de pessoas da comunidade, práticas trabalhistas adequadas, política salarial justa e ações afirmativas para gênero, raça e para a população LGBTQIA+. Nesse caso, inovar não significa necessariamente aplicar novas tecnologias, mas sim buscar novas maneiras de se relacionar com a sociedade, buscando causar um impacto positivo.

As ações de governança são as mais facilmente encontradas dentro das empresas. É o setor responsável pela transparência entre stakeholders, pelas políticas de combate à corrupção e pela eficiência da gestão. Aqui, é comum o uso de plataformas tecnológicas para aumentar a eficiência da operação e gerar mais confiança entre os stakeholders. 

Os caminhos que levam à inovação são diversos. Depois de mapear as necessidades internas, é preciso escolher a maneira mais adequada para buscar as soluções. É possível criar essas inovações internamente, por meio dos times de tecnologia, gestão ou mesmo RH. Outra possibilidade é buscar novidades em startups, empresas que têm como característica a inovação rápida. Em outros casos, é possível contratar soluções já existentes no mercado.

Qual a importância do ESG para sua empresa?

Como a MOL pode colaborar para indicadores ESG

A MOL é uma empresa de alto impacto social, que colabora para a diminuição da litigância na sociedade brasileira. Mas esse não é o único impacto positivo que podemos proporcionar para a sua empresa. Conheça os benefícios que a plataforma da MOL pode oferecer.

  • Redução do uso de papel pela digitalização de procedimentos como a assinatura eletrônica de acordos
  • Diminuição da emissão de poluentes, pois diminui os deslocamentos para locais de audiências
  • Melhoria do relacionamento com a comunidade por adotar métodos amigáveis para resolver conflitos
  • Respeito com ex-funcionários ao fazer desligamentos com acordos construídos em conjunto
  • Utilização da cláusula de mediação como primeira alternativa para composição amigável nos casos de conflito em contratos
  • Democratização do acesso à justiça
  • Desjudicialização de casos existentes e prevenção de novos processos na esfera judicial
  • Colaboração para a não utilização do poder público como primeira esfera para conflitos
  • Economia de recursos por conta da menor demanda por processos judiciais

Agende uma demonstração e conheça a solução de mediação online que a MOL oferece.

Saiba como podemos tornar o setor jurídico da sua empresa mais eficiente. Consulte nossos especialistas.

Siga a gente no Instagram, LinkedIn e Facebook.

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Posts Recentes

Menu