fbpx
IoT internet das coisas nas empresas_benceboros_unsplash

IoT: 3 exemplos de internet das coisas que podem transformar as empresas

BlogPosts
Nenhum comentário

Internet das coisas (IoT) é resultado direto dos avanços tecnológicos que estão transformando a maneira como as pessoas vivem. Em linhas gerais, IoT é a maneira como dispositivos eletrônicos estão conectados entre si e também com o usuário por meio de uma conexão de internet. Isso é feito por meio de softwares e sensores específicos. Os famosos “dispositivos inteligentes”, também chamados de “smarts” (inteligentes, em inglês).

Essa tecnologia permite, por exemplo, que uma pessoa consiga acessar informações a qualquer hora e qualquer lugar com a ajuda de um assistente virtual, como a Siri, no iOS, e o Google Assistente, do Google. As possibilidades são infinitas, tanto no que diz respeito aos dispositivos que podem ser conectados e suas aplicações.

É bem verdade que, até pouco tempo, IoT era uma “tendência” ou uma “previsão” da tecnologia. Hoje, no entanto, se consolidou e está conquistando números impressionantes. Segundo a consultoria Gartner, em 2019, 14,2 bilhões de dispositivos conectados estarão em uso. No Brasil, país que representa um mercado de 612 bilhões de dólares, 4% das residências já possuem algum tipo de aparelho do gênero, revelou outra consultoria, a IDC.

Entenda as melhores práticas da governança corporativa

IoT nas empresas

A Internet das Coisas está revolucionando a vida das pessoas e o dia a dia das empresas. Ao apostar em dispositivos conectados, que geram um volume alto de dados, é possível obter informações valiosas e ter novas oportunidades para os negócios.

Abaixo, a Academia Mol lista três exemplos dessa transformação.

Setor da saúde

Um dos que a IoT impactará é o da saúde, especialmente no que diz respeito ao desenvolvimento de dispositivos individuais que permitem o monitoramento remoto da saúde de um paciente. Uma pessoa enfrentando uma situação emergencial, como um ataque cardíaco, pode contar com seu dispositivo para emitir um sinal de socorro para equipes médicas, agilizando o seu atendimento e prevenindo fatalidades.

Há, no entanto, usos ainda mais amplos do que esse exemplo e que podem beneficiar milhões de pessoas, como aquelas em situação de vulnerabilidade pela falta de vacinas. Uma das razões por trás disso é justamente as dificuldades que os agentes de saúde enfrentam para acessar lugares remotos, mantendo a integridade desses medicamentos.

A internet das coisas pode ajudar nesse caso de saúde pública e crise humanitária, e muito. Há, inclusive, uma inovação da Microsoft que usa essa tecnologia em um refrigerador, fazendo com que o aparelho seja capaz de informar aos agentes de saúde o estado e quantidade das vacinas armazenadas. Algo que pode salvar vidas em diferentes partes do mundo.

Setor da indústria

A indústria é outro setor que pode ser profundamente transformado pela IoT. A tecnologia, aliás, é um dos pilares da chamada Indústria 4.0, ou a Quarta Revolução Industrial. Nesse setor, a internet das coisas pode ser implementada nas máquinas, tornando-as mais inteligentes e autônomas. Assim, é possível antecipar a necessidade de manutenção, por exemplo, evitando a depreciação ou a inutilização de máquinas e equipamentos.

Setor do varejo

O varejo é um dos setores que mais podem se beneficiar dos avanços que a IoT pode trazer. Um exemplo prático vem da gigante Amazon, que tem planos de abrir 3 mil supermercados que não contarão com uma peça essencial da sua operação: os caixas.

Avanços tecnológicos no varejo: 6 startups que podem transformar o setor

Hoje, há ao menos três “pilotos” da empresa em atividade nos Estados Unidos e ganharam o nome de AmazonGo. A ideia é a de que os consumidores usem os smartphones para fazer as compras, escaneando o dispositivo em uma catraca na entrada do estabelecimento. A pessoa então pegaria o produto desejado, que estará equipado com sensores que irão permitir a detecção do item e a sua cobrança.

 

Gostou desse conteúdo e quer saber mais sobre tecnologia? Então não deixe de conferir nosso artigo sobre processamento de linguagem natural

O conteúdo oferecido faz parte da Academia MOL.

Para saber mais sobre a MOL – Mediação Online, acesse www.mediacaonline.com.

Siga a gente no Instagram, LinkedIn e Facebook.

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Posts Recentes

Menu