fbpx
setor do agronegócio

Números: os principais dados do setor de agronegócio do Brasil

BlogPosts
Nenhum comentário

O setor do agronegócio é um dos principais motores da economia brasileira. Para se ter ideia da importância destes negócios para o crescimento do país, em 2019, o agronegócio representou 21,4% do total do Produto Interno Bruto (PIB). É, ainda, um setor que vem crescendo: dados consolidados do ano passado revelaram um crescimento de 3,8% ante 2018 e a expectativa é a de que os resultados continuem positivos.

Abaixo, confira os principais dados deste importante setor.

1 – Pecuária, o ramo de maior destaque

Em 2019 o setor do agronegócio cresceu quase 4% na comparação com o ano anterior e foi a pecuária o maior destaque. De acordo com dados do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, o ramo cresceu 23,7%, principalmente alavancado pela exportação de carne.

2- Mais superavitário que a economia brasileira

Parece loucura, mas é verdade: o setor do agronegócio é mais superavitário que a economia brasileira. Em 2018, o superávit da balança comercial do governo brasileiro foi de 58,6 bilhões de dólares, enquanto que o do agronegócio foi de 87,6 bilhões de dólares.

3 – Brasil, o celeiro do mundo

Essa expressão não é nova, mas continua verdadeira. Segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentos (FAO), citada em artigo da Agromap, até 2050, o Brasil irá produzir 40% da demanda mundial de alimentos, se tornando o principal exportador do planeta.

4 – O agronegócio emprega. E muito

O setor é um importante polo de vagas de trabalho em todo o Brasil, empregando, empregando, em média, 18,3 milhões de pessoas. Isso é quase toda a população do estado do Rio de Janeiro. Segundo levantamento Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, participação do agronegócio no mercado de trabalho brasileiro foi de 19,68% em 2019. 

5 – Setor quer se manter firme, apesar da crise do coronavírus

Como falamos, o setor do agronegócio é importantíssimo para os cofres do Brasil. E, apesar do momento de crise global em razão da pandemia de coronavírus, indústrias do setor, como aves e suínos, já disseram que não vão reduzir produção ou cortar trabalhadores. Até o momento, diz a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), as demandas de exportação continuam fortes.

Se interessou pelo nosso conteúdo e quer saber mais sobre as soluções? Entre em contato conosco

O conteúdo oferecido faz parte da Academia MOL.

Para saber mais sobre a MOL – Mediação Online, acesse www.mediacaonline.com.

Siga a gente no Instagram, LinkedIn e Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Posts Recentes

Menu
Bitnami