fbpx
Uma seleção dos melhores filmes para advogados

Uma seleção dos melhores filmes para advogados

BlogPosts
Nenhum comentário

Nossa equipe preparou uma lista com os melhores filmes para advogados. Se você pensa que só entrou filme mostrando processo judicial, está enganado. Os conflitos não são resolvidos apenas nos tribunais. Um dos critérios utilizados para a escolha foi a capacidade de resolver os problemas fora da Justiça e por meio da negociação. É a habilidade de se colocar no lugar do outro para negociar uma solução que seja positiva para ambas as partes.

Outro critério empregado foi a avaliação do IMDb, um dos sites especializados em cinema mais conceituados do mundo. A nota por lá influenciou na ordem do ranking. Quanto maior a nota no IMDb, mais bem posicionado o filme na nossa lista. O terceiro critério é subjetivo: a opinião da Mediação Online (MOL). 🙂

Confira os cinco filmes vitoriosos. Veja se você concorda com nossa seleção! 😉

1) Hotel Ruanda

Uma seleção dos melhores filmes para advogados

Ano de lançamento: 2004

Nota da IMDb: 8,1

O filme é baseado na história real de Paul Rusesabagina, que trabalhava em Kigali, capital da Ruanda, como gerente de hotel de uma empresa belga.

O ano é 1994, e o contexto do país deve ser conhecido para compreensão do filme. É lá, em Ruanda, que houve um dos maiores exemplos de lutas entre grupos étnicos diferentes: hutus contra tutsis. De acordo com a ONU (Organização das Nações Unidas), a estimativa é que 13% da população do país tenha morrido no genocídio promovido pelos hutus. Desse total, 90% pertenciam à minoria tutsi.

Rusesabagina, que vive atualmente na Europa, pertence ao grupo étnico hutu e, mesmo correndo riscos – não apenas ele como sua família, abrigou 1,2 mil tutsis no Hotel Ruanda. Em um esforço de coragem e compaixão, o gerente de hotel protegeu esse grupo de tutsis do genocídio, que vitimou mais de um milhão de pessoas. Nesse processo, ele se destacou por sua capacidade de negociação com as forças hutus.

Em entrevista ao jornal “O Globo”, concedida em 2015, Rusesabagina afirmou que procurou compreender as pessoas com quem negociava. Essa capacidade de ter empatia, ainda que o outro lado estivesse agindo com violência e sem bom-senso, foi decisiva para poupar as vidas.

“As palavras são as melhores armas jamais vistas. Quando estava no hotel, negociava com a administração e com as pessoas mais bem colocadas em todos os níveis no país. Foi assim que durante o genocídio de 1994, graças também aos contatos que possuía no exterior, consegui salvar aquelas vidas”, disse ao jornal.

Essas negociações são mostradas ao longo do filme. Elas servem como inspiração especialmente para os advogados e para quem deseja abraçar essa profissão.

 

2) O Informante

Uma seleção dos melhores filmes para advogados

Ano de lançamento: 1999

Nota da IMDb: 7,9

Em 1994, Jeffrey Wigand, interpretado pelo ator Russell Crowe, em entrevista ao produtor Lowell Bergman do programa jornalístico “60 Minutos”, da rede americana de televisão CBS, revelou o que a indústria de cigarro não havia admitido publicamente até então. Wigand, que fora vice-presidente de pesquisa da maior produtora de cigarros dos Estados Unidos, disse que os fabricantes não apenas conheciam as propriedades viciantes da nicotina como também adicionavam componentes químicos cancerígenos para acentuar o vício.

Na hora H, no entanto, a CBS desistiu de transmitir a entrevista. Alegou que as consequências jurídicas poderiam ser fatais. O temor da CBS era ser processada pela indústria de cigarros. Inconformado, o produtor, interpretado por Al Pacino, tentou a qualquer custo fazer com que a rede de TV exibisse a entrevista. Vamos parar por aqui para não dar nenhum spoiler…

Por que esse é um dos filmes para advogados da nossa lista? Por dois motivos principais. O primeiro é que o produtor utilizou seu poder de argumentação para fazer com que o ex-executivo desse a entrevista. E o segundo é que esse episódio histórico serviu de estopim para um acordo inédito entre a indústria do tabaco e o governo norte-americano.

 

3) Filadélfia

Uma seleção dos melhores filmes para advogados

Ano de lançamento: 1993

Nota da IMDb: 7,7

O mundo sofria com os efeitos perversos da AIDS. Os pacientes, que eram diagnosticados com a doença, não tinham muito tempo de vida. Tão logo o paciente recebia o diagnóstico da doença, ele era obrigado a enfrentar não apenas a AIDS – terrível por si só –, como também o preconceito das pessoas e até mesmo das empresas.

É justamente o que ocorre com Andrew Beckett, interpretado por Tom Hanks, um promissor advogado homossexual que trabalha para um tradicional escritório da Filadélfia. Depois que o escritório descobre que ele é portador do vírus da AIDS, Andrew é sumariamente demitido. Ele contrata então os serviços de Joe Miller, interpretado por Denzel Washington, um advogado negro que é homofóbico. Durante o julgamento, para defender os interesses do seu cliente, Joe é forçado a encarar seus próprios medos e preconceitos. Beckett é um personagem de ficção, assim como seu advogado Joe Miller. Ainda assim, sua história refletiu a de muitas pessoas na época.

Vale destacar que, hoje em dia, um cenário como esse de demissão por causa de uma doença, como a AIDS, é impensável. Com base em julgados favoráveis ao empregado e na evolução da sociedade, a legislação em todo o mundo passou a contemplar esse tipo de situação. A finalidade das leis que surgiram foi proteger o trabalhador nos cenários de reconhecida fragilidade como esse.  

 

4) Erin Brockovich: uma mulher de talento

Erin Brockovich: uma mulher de talento

Ano de lançamento: 2000

Nota da IMDb: 7,3

Erin trabalha em um pequeno escritório de advocacia e divide seu tempo com os afazeres de mãe. Ao descobrir que a água de uma cidade no deserto está sendo contaminada e espalhando doenças entre seus habitantes, convence seu chefe a deixá-la investigar o assunto.

A partir de então, o filme mostra uma série de habilidades imprescindíveis para um advogado bem-sucedido como capacidade de persuasão. Erin consegue fazer com que os habitantes da cidade cooperem com ela em um processo judicial de 333 milhões de dólares.

Nesse processo, ela se esforça em juízo para demonstrar que as doenças são resultantes da atuação ilegal de uma empresa. Trata-se de uma dramatização da história real de Erin Brockovich, que existiu efetivamente e que litigou contra a empresa de energia Pacific Gas and Electric Company (PG&E).

 

5) As duas faces de um crime

Uma seleção dos melhores filmes para advogados

Ano de lançamento: 1996

Nota da IMDb: 7,7

Não pode faltar na lista de filmes para advogados o clássico cenário de júri, com suas muitas reviravoltas protagonizadas pelos advogados.

O enredo é o seguinte: um arcebispo é assassinado com 78 facadas em Chicago. Tudo indica que o assassino é um jovem pobre de 19 anos com transtornos mentais, que foi preso com as roupas cobertas de sangue da vítima. Ele é interpretado pelo ator Edward Norton.

Um ex-promotor que se tornou advogado bem-sucedido, interpretado por Richard Gere, tem a tarefa árdua de defendê-lo em juízo. Como ele está de olho na repercussão do caso pela mídia, aceita fazer o trabalho sem cobrar honorários.

 

E aí? O que achou da nossa lista de filmes para advogados? Tem alguma sugestão? Compartilhe com a gente! Confira também nosso e-book sobre resolução de conflitos na era digital.

 

O conteúdo oferecido faz parte da Academia MOL.

Para saber mais sobre a MOL – Mediação Online, acesse www.mediacaonline.com.

Siga a gente no Instagram, LinkedIn e Facebook. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Posts Recentes

Menu