fbpx
prazos médios de pagamento e recebimento

Como administrar prazos médios de pagamento e recebimento? Nós ensinamos

BlogPosts
Nenhum comentário

Administrar os prazos médios de pagamento e recebimento é essencial para qualquer empreendedor, em qualquer área. O jurídico, inclusive. 

O Gestor Jurídico Contemporâneo e o Atual Conceito de Eficiência

Manter um cronograma detalhado do caixa do escritório ou departamento jurídico é uma forma de garantir que o negócio ou a área estejam em dia com suas obrigações financeiras, seja no dia, na semana, no mês ou no semestre. Neste post, a Academia Mol irá explicar a diferença entre esses conceitos e dar dicas de como administrar o fluxo de caixa. 

O que é pagamento?

Pagamento, explica o Sebrae, é todo o dinheiro que entrou em um determinado período. Vamos tomar como exemplo um controle de fluxo de caixa diário. Neste caso, o pagamento é o valor usado pela área para pagar um fornecedor, como escritórios externos, ou o transporte usado pelo advogado para ir até uma audiência. 

Prazo médio de pagamento, por sua vez, é o tempo médio entre a data na qual a área efetuou uma aquisição e a data na qual o pagamento, em si, foi efetuado. 

O que é recebimento?

Recebimento, por sua vez, é o valor que o escritório ou o departamento jurídico recebeu naquele dia, como o dinheiro recebido de um cliente ou um empréstimo. No caso dos recebimentos, o conceito de prazo médio diz respeito ao tempo entre a venda do produto ou serviço e a data de recebimento do valor.

Desafios e conquistas: 5 lições que a Mediação Online aprendeu com seus clientes

Dicas para administrar prazos médios de pagamento e recebimento

Vale lembrar que uma empresa pode ter prazos médios de pagamento e prazos médios de recebimento diferentes, dependendo do produto ou serviço e até mesmo do relacionamento com clientes e fornecedores. Portanto, é necessário uma administração organizada para não prejudicar o fluxo de caixa. Como fazer essa gestão? Veja algumas dicas abaixo:

Identifique as receitas e as despesas periódicas

Uma das coisas que é preciso fazer é saber quais receitas e pagamentos vão entrar e quando, especialmente quando se fala em transações parceladas. Então, não deixe de registrar quais demandas são essas para conseguir prever os pagamentos e recebimentos que estão por vir.

Gestão de metas e de indicadores de desempenho nos departamentos jurídicos das empresas

Registre as contas fixas

Contas de luz, água ou aluguel são despesas fixas, cujas datas de vencimentos são conhecidas de antemão e cujos valores dificilmente irão mudar. Aliás, pagamentos parcelados também são possíveis de serem previstos. Portanto, vale registrá-los como contas fixas e deixá-los marcados na planilha de controle financeiro.

Mantenha um bom relacionamento com os fornecedores

Pode até parecer um clichê, mas manter um relacionamento bom com seus fornecedores é outro ponto que pode ajudar, e muito, na administração dos prazos médios de pagamento e recebimento. Segundo explica a Endeavor, isso pode ajudar o escritório ou departamento jurídico a negociar prazos maiores de pagamento ou antecipar recebimentos quando for necessário. Uma ajuda em tanto para os momentos em que o fluxo de caixa ficar apertado. 

Se interessou pelo nosso conteúdo e quer saber mais sobre as soluções? Entre em contato conosco

O conteúdo oferecido faz parte da Academia MOL.

Para saber mais sobre a MOL – Mediação Online, acesse www.mediacaonline.com.

Siga a gente no Instagram, LinkedIn e Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Posts Recentes

Menu
Bitnami